22 de mai de 2012

Pollyanna ( 4º Capítulo: Amigos)

Tumblr_li0buhzeyi1qfateqo1_500_large 
4º Capítulo de Eleanor Porter ;O
Se você não leu o 3º capítulo clique aqui
Os dias se passaram e Pollyanna, com seu jeito meigo, ia conquistando outras pessoas pelas ruas de Beldingsville: a viúva Benton, a senhora Tarbell, Tom Payson e sua esposa, o reverendo Ford, e a todos ensinava o jogo do contentamento. Na mansão, ela também continuava causando novas mudanças. Eu já não me surpreendia mais. Numa de suas visitas a Mrs. Snow, encontrou um gatinho perdido na rua.
- Fiquei contente por não achar o dono dele - explicou à tia quando chegou em casa. - Assim, pode morar com a gente!
- Detesto gatos - disse Miss Polly. - E esse está sujo e doente.
- Está só assustado, titia. Deixa eu ficar com ele, deixa? - pediu a menina, acariciando o bichinho.
E, ao contrário do que todos esperávamos, a patroa concordou.
- Dê leite a ele, Nancy!
 A menina me seguiu até a cozinha, a fisionomia radiante, carregou o gatinho no colo, para quem já inventara um nome.
- É tão fofinho... Vai se chamar Fluffy!
 Na outra semana, nem bem se acostumara ao novo amigo, Pollyanna apareceu com um cachorrinho magro e sardento. Na hora, Miss Polly proibiu veementemente que o animal ficasse. Mas, depois de ouvir os insistentes pedidos da sobrinha, acabou por lhe fazer a vontade. E, para o nosso espanto, foi ela quem deu ao cão o nome de Buffy, e ordenou Timothy que fizesse uma casinha para ele...

Clique em Leia mais para ver o resto.. 'GIGANTE'

Animada com a boa vontade da tia, Pollyanna um dia apareceu na mansão com um menino maltrapilho. Chamava-se Jimmy, tinha mais ou menos a idade dela, e também era órfão. Como não queria viver em asilos, ele andava pelas ruas, ao deus-dará, sonhando com uma família.
 - Olha quem eu trouxe para morar aqui, tia Polly - disse a garota triunfante - Um amigo de verdade para brincar comigo!
 - O que significa isso, Pollyanna? - disse a patroa, furiosa. - Onde encontrou este menino sujo?
 - Ele está com Fluffy e Buffy quando chegaram. Se tomar um banho, fica ótimo. Um garoto vale mais que um gato e um cachorro!
- Que absurdo, Pollyanna! Não há lugar nessa casa para os mendigos que você encontra na rua.
- Alto lá. Não sou mendigo, nem quero nada da senhora. Posso trabalhar em troca de casa e comida - disse Jimmy, que até então se mantivera mudo. E arrematou, indignado: - Só vim porque essa menina me contou que tinha uma tia caridosa...
Finda confusão, Miss Polly repreendeu duramente a sobrinha, que a ouviu, encolhida. Mas Pollyanna não desistiu de ajudar o amigo.
- Vou atrás de mulheres da igreja que fazem caridade, Nancy - disse-me, depois. - Quem sabe uma delas não adota o Jimmy...
 Procurou-as diversas vezes, mas nenhuma se dispôs a ajudar.
- Elas mandam dinheiro para crianças na Índia. - disse-me. - Por que não ajudam o Jimmy, que vive aqui?

As semanas seguiam e Pollyanna fazia novos amigos. Uma tarde, ao retornar de seu passeio habitual, disse-me:
-Conversei um tempão com Mr. Pendleton. É um homem tão bom!
 - O quê? - eu disse, incrédula. - Você o conhece?
- Claro, Nancy! - respondeu. - Já falei com ele muitas vezes. Nós somos amigos!
- Não é possível! - exclamei. - Mr. Pendleton vive sozinho num casarão longe daqui. Não há ninguém mais rico na cidade. E ele nunca fala com as pessoas!
- Comigo ele fala.
 Era verdade, como pude comprovar no dia seguinte. Passeávamos juntas pelo centrinho e, ao cruzarmos com Mr. Pendleton, ele cumprimentou Pollyanna com simpatia. E os dois trocaram palavras gentis.
 Fiquei intrigada: como conseguira se tornar amiga daquele homem tão estranho?
- Tentei conversar várias vezes com Mr. Pendleton, mas ele não respondia - explicou-me Pollyanna. - Até que um dia, ele falou " Por que você não procura alguém da sua idade para conversar?"
- E o que você disse? - perguntei.
-Eu disse que também gostava de pessoas mais velhas - respondeu a menina - E apostava que aquela cara dele de bravo não era de verdade, porque no fundo ele devia ser um senhor muito gentil. Então Mr. Pendleton sorriu, Nancy! E daí em diante passou a falar comigo!
 Suspirei. Eu nem sabia que muitas outras coisas são incríveis, como essa, ainda estavam para acontecer.

Numa manhã, quando voltava da igreja, a menina foi caminhar no bosque próximo a Beldingsville e deu com Mr. Pendleton deitado a margem do rio.
- E oque ele fazia lá? - perguntei a ela, quando veio  me relatar a sua aventura.
 - Ele caiu e quebrou a perna - respondeu Pollyanna. - Daí me pediu para ir à sua casa e telefonar para um tal de doutor Chilton.
- E você foi?
- Fui. Peguei lá a lista telefônica e chamei o médico.
-E então?
- Fiquei amiga também do doutor Chilton. Ele está cuidando direitinho de Mr. Pendleton . Uma semana depois, eu preparava o poto de geleia de Mrs. Snow, quando Pollyanna disse:
-Hoje eu queria levar geleia para utra pessoa, tia Polly. Posso?
- Para quem?
- Para um amigo meu, Mr. Pendleton - respondeu a menina - Ele quebrou a perna e está de cama.
Miss Polly se assustou ao saber que a sobrinha o conhecia.
- Ele é uma pessoa boa - falou Pollyanna. - Nancy já me viu falar com ele!
 A patroa me olhou, interrogativa, e eu confirmei com a cabeça. Ela parecia não saber como agir. Por fim, cedeu ao pedido da sobrinha.
- Mas deixe claro que o pote de geleia foi ideia sua. Não me dou bem com ele - esclareceu Miss Polly.
- Obrigada, titia - exclamou a menina exultante, e correu à casa do amigo.
Quando voltou, disse-me sorrindo:
- Mr. Pendleton vai ficar um tempão de cama. Estou tão feliz!
- Você está feliz por isso, Pollyann? Não estou entendendo qual é o jogo.
- É que tive uma ideia, Nancy.
-Que ideia?
- Mr. Pendleton vive sozinho e não pode se mexer direito. O doutor Chilton disse que ele precisa da ajuda de alguém.
- Continuo sem entender - eu disse.
- Sugeri a Mr. Pendleton ficar com Jimmy - disse ela, sorridente. - E minha sugestão foi aceita. Agora Mr. Pendleton tem alguém para ajudá-lo e Jimmy conseguiu uma casa para morar!
 Em seguida, avisou-me que ia ao jardim contar a novidade ao velho Tom, e saiu batendo as portas da mansão.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

yo nyans :3
Seja bonzinho e não xingue o autor ou o leitor, ok ?

da Vivi-chan -p-